terça-feira , 27 fevereiro 2024
Lar Sem categoria Frio na espinha
Sem categoria

Frio na espinha

Existem momentos que provocam em nós sentimentos vários, e os que nos fazem chorar são os melhores, desde que seja um choro por ver e sentir a beleza. Despedidas são dolorosas, e parece ser esse o tema que mais comove. Seja num filme, por exemplo. Ghost fez muita gente chorar. Em compensação, Whoopi Goldberg interpretando a vidente charlatã Oda May Brown, fez a balança da alegria pesar mais. E não ganhou o Oscar. Tinha que ter ganho muitos prêmios. Mas é na música que se encontram maiores motivos pra chorar, mesmo porque o cinema sem a música dificilmente faria chorar. Aqui no Brasil, considero 2 músicas as principais nesse quesito. A Triste Partida, de Patativa do Assaré, com Luiz Gonzaga cantando, é uma delas. Nem sabia que tinha o disco, ouvi muito anteontem e ontem. A outra é Gente Humilde, com Vinícius de Morais cantando. Parece que a letra é de Vinícius, Chico Buarque e Garoto. São dois exemplos onde a letra se equivale à música. Ambas falam do povo sofrido do norte/nordeste e também do povo que vive nos aglomerados urbanos. Faz pena o nortista, tão bravo e tão forte, viver como escravo no norte e no sul. Eu que não creio, peço a Deus por minha gente, é gente humilde, que vontade de chorar. Azar dos insensíveis.

Artigos relacionados

Sem categoria

Prevenção do Diabetes: Doença tem relação com demência e déficits cognitivos, indica estudo

O Brasil, atualmente, é o quinto país com maior número de casos...

Sem categoria

São Paulo e Flamengo decidem em casa as semifinais da Copa do Brasil

A CBF sorteou nesta segunda-feira (17), no Rio de Janeiro, os mandos...

Sem categoria

Cremerj mantém cassação do registro de Dr. Jairinho

Por unanimidade, os 42 conselheiros que compõem a Segunda Câmara do Conselho...

Sem categoria

É do SER HUMANO

Quando nos sentamos pra almoçar, jantar, tomar café da manhã ou sentar...