terça-feira , 27 fevereiro 2024
Lar Agenda 47ª Expolac contará com exposição, degustação e harmonização de lácteos
Agenda

47ª Expolac contará com exposição, degustação e harmonização de lácteos

O Minas Láctea 2023 “Inovação e Gourmet” será realizado entre os dias 18 e 20 de julho, na EPAMIG Instituto de Laticínios Cândido Tostes, em Juiz de Fora. A programação vai contemplar o 36º Congresso Nacional de Laticínios, a 42ª Semana do Laticinista, o 46º Concurso Nacional de Produtos Lácteos (CNPL) e a 47ª Exposição de Produtos Lácteos (Expolac), além de debates sobre Inovação e Empreendedorismo.

A Expolac estará aberta ao público de terça-feira (18) à quinta-feira (19), de 14h às 21h. Tradicional vitrine para produtos derivados do leite de diversas partes do Brasil, a exposição contará ainda com uma agenda especial de palestras e de harmonizações envolvendo a combinação entre lácteos e outros produtos. E também estandes especiais, nos quais os laticínios poderão apresentar seus produtos e promover degustações. 

Com 12 anos de mercado, a marca Sabor das Vertentes, de Perdões (Minas Gerais) é especializada na fabricação de doces. “Todas as receitas são da minha mãe, sem conservantes e sem aditivos. Nossos doces, desde o doce de abobora, que foi o nosso primeiro produto, aos doces de leite com acréscimo de frutas, são fiéis às raízes e à tradição mineiras”, define o proprietário da marca Walyson Francisco de Oliveira.

Nesta edição, a Sabor das Vertentes vai apresentar um novo produto: o doce de leite com abacaxi. “A participação na Expolac e no Concurso Nacional de Produtos Lácteos é uma oportunidade para o reconhecimento e a valorização do nosso trabalho. E também uma chance para conhecermos e competirmos com outras marcas que estão no mercado”, afirma Walyson, acrescentando que a marca recebeu dois prêmios na última edição do CNPL, segundo lugar na categoria Produto Inovador e terceiro lugar na categoria Doce de Leite.

O Laticínio Serra Negra do município de Lima Duarte (Zona da Mata Mineira) fundado em 1994, vai participar da Expolac e do Congresso Nacional de Produtos Lácteos com os produtos da marca Dom de Minas. “Vamos concorrer nas categorias Requeijão Cremoso, Doce de Leite e Queijo Minas Padrão. O evento é de grande importância para o setor e por meio dele esperamos comunicar a marca Dom de Minas e fazê-la conhecida”, conta a responsável técnica da Agroindústria e Comércio Serra Negra Ltda, Edilange de Paula Oliveira.

A empresa, que conta com cerca de 70 colaboradores, possui uma linha de produtos ampla, que abrange leites pasteurizados integral e desnatado, queijos frescos e maturados, doces de leite, manteigas, requeijões, iogurtes e bebidas lácteas. “O controle de qualidade atua em todas as etapas do processo de fabricação, desde a origem nas fazendas leiteiras até o produto final, que é inspecionado por profissionais altamente especializados”, assegura Edilange, que complementa, “ao longo desses 29 anos o Laticínios Serra Negra renova seu compromisso de qualidade com consumidores e produtores”.

A Vitoriano Doces, sediada no distrito de Bichinho, em Prados (Campo das Vertentes), participa pela segunda vez da Expolac. “Começamos com a produção de doce de leite, que até hoje é nosso carro-chefe e que vai concorrer no Concurso Nacional de Produtos Lácteos. A nossa produção começou pequena, para atender a família e depois passamos a fornecer para os restaurantes do nosso distrito. Daí houve demanda dos clientes por esse doce, para levar para casa. O nome Vitoriano é uma homenagem ao nosso distrito, que embora seja conhecido como Bichinho chama-se, oficialmente, Vitoriano Veloso, em homenagem ao inconfidente negro participante da Conjuração Mineira”, conta o fundador e doceiro da marca, Jessé Duarte.

A produção, que era de 25 a 30 potes por semana, agora é de 1200 potes por semana. “Mantivemos a produção toda artesanal, em fogão à lenha, e fabricamos de quatro a oito tachos por dia. Nosso diferencial é uma receita com um menor teor de açúcar (13%). Basicamente isso, leite direto do curral, quantidade pequena de açúcar e uma longa cocção no fogão à lenha. Participar do Minas Láctea, da Expolac é oportunidade porque temos de fazer contato com a indústria, com outras marcas, que têm uma produção maior”, afirma.     

O laticínio GOA do município de Aiuruoca (Serra da Mantiqueira/ Sul de Minas) produz queijos com o leite obtido em fazenda própria, certificada como livre de tuberculose e brucelose pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (Ima). “Produzimos queijos com três tipos de cura: 30 dias – sala de cura com temperatura ambiente, porém sem grandes variações; 120 dias, sendo que esta é feita em câmara de maturação com controle de temperatura e umidade – 13 graus e 90% de umidade; e 180 dias de cura em temperatura ambiente com pouca variação. Todos os queijos são cuidados diariamente e saem da queijaria após a embalagem primária e secundária. Atualmente distribuímos para todo o Brasil e somos certificados com o Selo Queijo Artesanal”, assegura o proprietário Guilherme Maciel.

O laticínio que participa há três anos da Expolac, pela primeira vez participará do CNPL. “A Expolac serve como uma grande vitrine para os produtos lácteos. Várias pessoas e empresas nos conheceram na Exposição e sempre tivemos boas vendas de produtos durante e depois dela. Aproveitamos para nos reciclar e fazer contatos durante o evento. Decidimos participar do Concurso devido à seriedade da feira e de quem a organiza, trazendo com isto um reconhecimento para todos os produtos que são selecionados. Estamos muito otimistas”, finaliza.

Degustação e harmonização

A Expolac contará com duas salas para a realização de palestras e harmonizações, envolvendo diferentes tipos de queijos, sorvetes e outros lácteos, produtos de leite de cabra e de ovelha, vinhos, cafés, cachaça, cervejas artesanais e azeites. As vagas são limitadas e as inscrições, gratuitas, poderão ser feitas no local durante o evento.

“Estão programadas três palestras ou harmonizações por sala em cada um dos três dias de evento. As intervenções serão ministradas por profissionais da EPAMIG e de diversas instituições como a UniAcademia, a Associação Brasileira de Sommelier, a Prefeitura Municipal de Juiz de Fora e empresas parceiras. Além disso, a Expolac receberá a final do 2º Concurso Gastronômico DeLeite Mineiro, na quinta-feira, 20 de julho, às 15h30 e a Premiação do 46º Concurso Nacional de Produtos Lácteos, também no dia 20, às 19h”, adianta o coordenador da Expolac, Nelson Tenchini.

 Estandes

Os interessados em expor produtos e tecnologias durante o Minas Láctea 2023 “Inovação e Gourmet” têm até 11 de julho para reservar seus estantes. Os contatos podem ser feitos pelo e-mail joao.prado@epamig.br ou telefones (31) 3489-5060 / (31) 98774-8382, com João Bosco Prado.

O pré-cadastro de expositores e visitantes pode ser feito aqui. Acompanhe outras novidades em www.minaslactea.com.br

Artigos relacionados

AgendaEm Destaque

Expresso Bloco Show promove desfile inclusivo com o tema “Heróis”

O cortejo será no domingo de carnaval a partir das 13 horas...

AgendaEm Destaque

Cidade Encantada chega a Contagem em clima de pré-carnaval com atividades gratuitas para toda a família

Quem está ansioso para o Carnaval terá a oportunidade de participar do...

Agenda

Angela Dippe faz novas apresentações da comédia Da Puberdade à Menopausa

O solo Da Puberdade à Menopausa, escrito e protagonizado pela atriz e comediante...

Agenda

Núcleo Experimental celebra a vida e a obra de Hebert Daniel no musical Codinome Daniel, que estreia dia 12 de janeiro de 2024

Conhecido por dar voz a grupos minoritários e por sua pesquisa sobre...