Lar Agenda Noite de entrega do Prêmio Cumbucca de Gastronomia reúne destaques do ano no setor em Minas
AgendaEm Belo Horizonte

Noite de entrega do Prêmio Cumbucca de Gastronomia reúne destaques do ano no setor em Minas

Com expressiva participação popular, o Prêmio Cumbucca de Gastronomia celebra os destaques do ano no setor em cerimônia de premiação para convidados nesta terça-feira (21/11), a partir das 18h20 no Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Lançada em outubro, a iniciativa, com formato inclusivo e democrático, mapeou cerca de 700 estabelecimentos e contou com voto do público na maioria das 50 categorias para escolher os melhores entre profissionais, empreendimentos, produtos e iniciativas da cena mineira.

Realizado pela plataforma Cumbucca, o prêmio alcançou mais de 10 milhões de impressões nas redes sociais em sua missão de destacar nomes que ajudam a consolidar a cozinha de Minas como um atrativo turístico, bem cultural e ativo econômico entre os mais importantes do estado. A solenidade também marca o lançamento do Guia Cumbucca de Gastronomia nas versões impressa e digital.

Sob a proposta de abraçar a gastronomia mineira em sua amplitude e pluralidade, o Prêmio Cumbucca inovou ao propor votações inéditas de olho em campeões que só poderiam surgir da opinião pública, como melhor torresmo, melhor beira de estrada e fora da rota – para apontar casas que se destacam em suas propostas, mas não estão nas regiões mais badaladas e conhecidas. O prêmio também mira na valorização de cada profissional através de recortes como chef mulher, melhor garçom e influenciador de gastronomia. A grande noite dos premiados ainda inclui a entrega da Cumbucca de Ouro, escolha da curadoria para homenagear uma personalidade que faz a diferença na cena gastronômica mineira.

Da gastronomia sofisticada à cultura de boteco

Para o produtor cultural Marcelo Wanderley, diretor-geral da Cumbucca e realizador do prêmio, o reconhecimento investido de credibilidade confere novo fôlego às atividades e pessoas que fazem o setor progredir. Ele destaca a participação e premiação de casas e profissionais com atuações diversas, contemplando desde o atendimento até a cozinha e da gastronomia sofisticada à cultura de boteco. “Foi importante contarmos com o voto do público para que chegássemos a premiar quem sempre fez por merecer, mas nunca havia sido premiado antes. Esse tipo de reconhecimento é um brinde à resiliência e ao espírito criativo que alimentam a gastronomia mineira e também um combustível para profissionais e motiva o setor a crescer em conjunto. Apostamos na união como um dos pilares para o promissor caminho que nossa gastronomia tem construído”, observa Wanderley.

Júri especializado e auditoria

A escolha dos vencedores ainda envolve júri especializado com 30 convidados entre jornalistas, influenciadores, formadores de opinião e personalidades do meio gastronômico, cuja avaliação somou-se à do voto popular na maior parte das modalidades sob auditoria da empresa Track.Co.

Divididas em cinco trilhas de votação, as indicações do prêmio convidavam a opinar em temas relacionados a bares, outros aspectos ligados a restaurantes, avaliações sobre casas de doces e lanchonetes, votos exclusivamente populares como os de torresmo, salgado e influenciador, além das premiações fora da rota – que incluem distinções como ícone de BH, novidade do ano, pão de queijo e PF. A abertura de 50 categorias fez do Cumbucca o prêmio gastronômico mais amplo de Minas Gerais – e não por acaso: o desafio era dar conta da pluralidade que a comida mineira representa, com sua mistura de tradição e inovação.

“Antes de abrirmos as votações para o público, trabalhamos no mapeamento meticuloso de aproximadamente 700 estabelecimentos, cada um representando um universo próprio de sabor, tradição, inovação e paixão pela boa mesa. Isso foi feito para garantir que nosso olhar fosse tão amplo quanto a atual cena gastronômica mineira”, comenta o jornalista Rafael Rocha, que responde pela curadoria do prêmio. 

Além de escolher entre os selecionados, cada votante tinha a liberdade de indicar qualquer nome fora da lista nas categorias abertas à eleição popular. Entre os prêmios com escolha da curadoria, também foram avaliadas iniciativas na capital e no interior ligadas ao fomento do setor – como preservação da gastronomia enquanto patrimônio cultural, ações que prezam pela diversidade e valorizem a economia criativa, além de políticas públicas ligadas ao turismo gastronômico e à manutenção da cultura alimentar mineira.

O Prêmio Cumbucca de Gastronomia conta com patrocínio da Cemig, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, e da prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, além de apoio da Fundação Clóvis Salgado, Abrasel, Senac, Sebrae e do Governo de Minas Gerais, pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo.

Guia Cumbucca

A noite de entrega do Prêmio Cumbucca também será marcada pelo lançamento do inédito Guia Cumbucca de Gastronomia, uma publicação anual que reúne indicações imprescindíveis de estabelecimentos em BH e na Região Metropolitana entre restaurantes, bares, cafés, docerias, lanchonetes, botecos e outras casas. O guia ainda oferece roteiros temáticos para explorar o melhor da capital mineira, a exemplo da lista de “lugares para tomar cachaça em BH”, além de concentrar informações estratégicas sobre assuntos como hotéis e produtos.

Sobre a Plataforma Cumbucca

Uma plataforma gastronômica que atua no ramo de mapeamento, pesquisa e criação de conteúdo multimídia sobre gastronomia em Minas Gerais, a Cumbucca compreende a cultura alimentar como elemento constitutivo fundamental da identidade mineira e nacional. Servimos como ponto de convergência dos fazedores da gastronomia e do turismo gastronômico de Minas Gerais, com atenção voltada a todos os segmentos dessa complexa cadeia, que envolve o pequeno produtor, indústrias, empresários, consumidores, entre outros.

Cemig: a energia da cultura 

 

A Cemig é a maior incentivadora de cultura em Minas Gerais e uma das maiores do país. Ao longo dos seus 70 anos de fundação, a empresa investe e apoia as expressões artísticas existentes no estado, por meio das leis de dedução fiscal estadual e federal, de maneira a abraçar a cultura de Minas Gerais em toda a sua diversidade.  

 

Além de fortalecer e potencializar as diferentes formas de produção artística e cultural no estado, a Cemig se apresenta, também, como uma das grandes responsáveis por atuar na preservação do patrimônio material e imaterial, da memória e da identidade do povo minero. Os projetos incentivados pela Cemig objetivam chegar nas diferentes regiões do estado, beneficiando um maior número de pessoas e promovendo a democratização do acesso às práticas culturais. Assim, incentivar e impulsionar o crescimento do setor cultural em Minas Gerais reflete e reforça o compromisso e o posicionamento da Cemig em transformar vidas com a nossa energia.     

Serviço:

Cerimônia de entrega do Prêmio Cumbucca de Gastronomia

Terça-feira (21/11) das 18h20 às 23h no Palácio das Artes

Evento restrito para convidados

Confira mais sobre o prêmio e a plataforma Cumbucca no site: https://cumbucca.com.br/ 

Artigos relacionados

Agenda

Parceria entre SescTV e TV Senado oferece concerto regido e dirigido por João Carlos Martins dia 25 de março

Com regência e direção musical do maestro João Carlos Martins, o Senado Federal...

AgendaEm Destaque

Expresso Bloco Show promove desfile inclusivo com o tema “Heróis”

O cortejo será no domingo de carnaval a partir das 13 horas...

Agenda

Angela Dippe faz novas apresentações da comédia Da Puberdade à Menopausa

O solo Da Puberdade à Menopausa, escrito e protagonizado pela atriz e comediante...