Schumacher não está mais em coma, mas ainda precisa de cuidados intensivos

Michael Schumacher não está mais em coma.

De acordo com reportagem do jornal britânico ‘Daily Mail’, o heptacampão de Formula 1 também já respira por conta própria, sem ajuda de aparelho.

No entanto, Schumacher ainda precisa de cuidados intensivos de uma equipe de enfermagem.

A família gasta cerca de 50 mil libras por semana com seu tratamento – valor que, na cotação atual, passa dos 240 mil reais.

Mas isso é praticamente tudo o que se sabe sobre a saúde do alemão.

No dia 29 de dezembro de 2013, Schumacher sofreu um grave acidente de esqui nos Alpes Franceses.

Desde então, seu estado de saúde é mantido em sigilo por familiares e amigos.

Botão Voltar ao topo