Modelo híbrido será dominante nas relações de trabalho da próxima década

Especialista em Direito do Trabalho, Eduardo Tambelini Brasileiro aponta que mudanças tecnológicas criaram nova categoria trabalhista com características híbridas de funcionários registrados e prestadores de serviços

Qual será o futuro das relações de trabalho com o avanço da tecnologia e a oferta cada vez maior de serviços por meio de aplicativos? Juristas, gestores, empresários, trabalhadores e interessados no tema encontram uma análise aprofundada em Quarta Revolução Industrial e Direito do Trabalho, lançamento da Editora Almedina Brasil.

Na obra, o Doutor e Mestre em Direito Político e Econômico Eduardo Tambelini Brasileiro aponta um novo modelo de trabalho híbrido entre autônomo e empregado: o trabalhador coordenado de forma digital. Esta nova classificação requer regulamentação jurídica própria, para que seja possível garantir o direito da dignidade da pessoa humana e os direitos sociais.

A obra apresenta um panorama sobre como as futuras relações de trabalho poderão ser reguladas em tempos de home office, reuniões por videoconferência, relatórios por e-mail e mensagens por aplicativos.

Tambelini analisa ainda as mudanças de trabalho impulsionadas pela pandemia de COVID-19 e discute os efeitos das novidades tecnológicas nas relações sociais e trabalhistas. Dentre elas, destacam-se a inteligência artificial, robótica, biotecnologia, a internet das coisas, impressão em 3D, ciência dos materiais, nanotecnologia, veículos autônomos e outras.

Nos próximos anos, diversas profissões deixarão de existir, muitas outras vão surgir e as relações entre empregados e patrões mudarão completamente. Nesta obra, o autor mostra como essas transformações demandam adaptações na legislação trabalhista vigente e incita a busca por novas formas de proteger os direitos de trabalhadores e empregadores.

Ficha técnica

Livro: Quarta Revolução Industrial e Direito do Trabalho
Autora: Eduardo Tambelini Brasileiro
Editora:
 Almedina Brasil
ISBN: 9786556275635
Páginas: 258
Formato: 16x23x1,2
Preço: R$ 169,00
Onde encontrar: Almedina BrasilAmazon

Sinopse

A obra tem como objeto analisar a Quarta Revolução Industrial e seus reflexos nas relações de trabalho, à luz do ordenamento jurídico brasileiro. Nesse contexto, busca contribuir de forma original com uma resposta ao seguinte problema: qual o modelo de proteção jurídico-social adequado para acolher o expressivo avanço tecnológico e, ao mesmo tempo, garantir a proteção do trabalhador e dos empresários que precisam se adaptar a essa nova realidade? Para responder a essa indagação surge o desafio de se repensar o Direito e suas categorias clássicas de relação de trabalho, de forma a incluir o gênero tertius do trabalhador coordenado digital. A obra propõe-se a observar esse novo trabalhador, fruto da Quarta Revolução Industrial, e conferir a ele uma regulamentação jurídica própria, com proteção adequada, apta a garantir o direito da dignidade da pessoa humana e os direitos sociais.

Sobre o autor

Eduardo Tambelini Brasileiro, Doutor e Mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Pós-Graduado lato sensu em Direito Público e Privado pela Faculdade Damásio de Jesus e graduado em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Pesquisador em Direito e Políticas Públicas, consultor jurídico, parecerista e advogado.

Sobre a editora

Fundada em 1955, em Coimbra, a Almedina orgulha-se de publicar obras que contribuem para o pensamento crítico e a reflexão. Líder em edições jurídicas em Portugal, a editora publica títulos de Filosofia, Administração, Economia, Ciências Sociais e Humanas, Educação e Literatura. Em seu compromisso com a difusão do conhecimento, ela expande suas fronteiras além-mar e hoje traz ao público brasileiro livros sobre temas atuais, em sintonia com as necessidades de uma sociedade em constante mutação.

Botão Voltar ao topo