Campus Party: neurocientista luso-brasileiro leva videogames e redes sociais para palestra em São Paulo

A Campus Party Brasil, considerada a maior experiência tecnológica em internet das coisas, blockchain, cultura marker, educação e empreendedorismo do mundo, acaba de anunciar as primeiras atrações da #CPBR14, como palestrantes internacionais e nacionais, programas e conteúdos que irão movimentar o Anhembi, em São Paulo, entre os dias 11 e 15 de novembro.

Dentre os principais palestrantes estão nomes como Orkut Buyukkokten, que vai falar sobre a polêmica se teremos ou não o retorno da rede social Orkut. Além dele, já estão confirmadas a presença de Bill Reith, neurocientista, engenheiro biomédico e o principal desenvolvedor do projeto “Barata-Robô”; Jordan Soles, formado em inteligência artificial e ciências cognitivas pela Univesity of Toronto e um dos responsáveis pelas negociações da Rodeo FX o desenvolvimento de quatro temporadas da série Game of Thrones, na qual a companhia ganhou três prêmios Emmy de melhores efeitos especiais; e Sharron McPherson, diretora fundadora do consórcio Women in Infrastructure Development & Energy (WINDE).

Entre os palestrantes nacionais, destacam-se a biomédica, doutora em patologia humana e pesquisadora brasileira, Jaqueline Goes, que coordenou a equipe responsável pelo sequenciamento do genoma do vírus SARS-CoV-2 apenas 48 horas após a confirmação do primeiro caso de covid-19 no Brasil.

E, ainda dentre os palestrantes magistrais, está um nome que comunga a veia nacional e internacional do evento, que é o Pós PhD Neurocientista luso-brasileiro Prof. Dr. Fabiano de Abreu Agrela, considerado um dos maiores QIs do mundo, membro da Mensa International, Intertel e Triple Nine Society, esta última a mais restrita do mundo.

Com palestra marcada para o dia 13, o neuro promete abordar dois temas: “Vídeo Game aumenta o QI, mas depende do game, assim como do período nas telas” e
“Uso excessivo e/ou modo de uso das redes sociais altera o cérebro e deixa menos inteligente.”

“Minha palestra não é apenas para levar conhecimento, mas serve de alerta. Estamos vivendo numa era onde a realidade é distorcida, semântico aos efeitos do mundo virtual. Eu chamo de ‘a lógica da própria lógica’, onde as pessoas criam uma lógica que sofre interferência emocional e que destoa da lógica verdadeira. É como no estudo que ganhou repercussão, comprovando que jogadores de vídeo game têm seu QI aumentado. Causou alvoroço e aumentou o número de jogadores. Mas o estudo não dizia os efeitos do excesso, também os tipos de jogos que aumentam o QI, assim como daqueles que prejudicam o comportamento, aumentam a ansiedade, os que formatam uma cultura violenta, os que resultam em esforço lógico, como outras nuances. Até porque o intuito do estudo não era esse”, disse Fabiano.

Ele afirmou ainda que a tem a expectativa de alertar sobre a cultura formatada das redes sociais e como seu uso excessivo e a maneira como é usada interfere na saúde mental.

“Hoje temos um aumento da quantidade de crianças e jovens com transtornos mentais. Esse uso excessivo acaba formatando uma cultura narcísica que interfere na inteligência, diminuindo-a”, concluiu.

Sobre Fabiano de Abreu Agrela

Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, é um Pós-doutor e PhD em neurociências eleito membro da Sigma Xi, The Scientific Research Honor Society e Membro da Society for Neuroscience (USA), Mestre em Psicologia, Licenciado em Biologia e História; também Tecnólogo em Antropologia com várias formações nacionais e internacionais em Neurociências e Neuropsicologia. É diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), Cientista no Hospital Universitário Martin Dockweiler, Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, Membro ativo da Redilat, membro-sócio da APBE – Associação Portuguesa de Biologia Evolutiva. Membro Mensa, Intertel e TNS.

Currículo BR: http://lattes.cnpq.br/1428461891222558
Currículo PT: https://www.cienciavitae.pt/portal/en/8316-38CC-0664
Currículo INT: https://orcid.org/0000-0002-5487-5852

 
Botão Voltar ao topo