Projeto de apadrinhamento beneficia 4 mil crianças em situação de vulnerabilidade em um ano

Com ‘Escolhido’, Visão Mundial leva inspiração e ajuda humanitária a regiões de vulnerabilidade

Transformar a vida de milhares de crianças em situação de vulnerabilidade e proporcionar a elas realizações como a primeira festa de aniversário de suas vidas. É esse o objetivo do “Escolhido” – programa de apadrinhamento da ONG Visão Mundial que em março completou um ano e que já beneficiou 3.970 crianças no Brasil. Para este ano, a meta é chegar a 8 mil atendimentos.

No “Escolhido”, é a própria criança quem seleciona seus padrinhos e madrinhas, que mensalmente contribuem com doações de R$ 60. O objetivo é proporcionar às crianças o protagonismo de fazer escolhas, em um cenário em que, muitas vezes, essa é a primeira chance que elas têm de determinar os caminhos de seu próprio futuro, iniciar mudanças em suas vidas e transformar a comunidade onde vivem.

Com o dinheiro, é possível organizar atividades recorrentes de educação e lazer para as crianças, programas de higiene, construção de banheiros para as famílias, atividades de formação profissional para as mães e fornecimento de cestas básicas e kits de higiene.

As crianças do projeto também ganham um kit aniversário, já que muitas delas nunca tiveram comemoração do tipo ou alguém que lhes cantasse “Parabéns para você”. Em média são feitas 350 festinhas por mês, geralmente na primeira semana, e cada criança ganha um bolo confeitado, salgados, refrigerante e uma vela. Já nos períodos pós-férias, elas ainda recebem um kit com material escolar para auxílio nos estudos.

O projeto é realizado em outros diversos países em que a Visão Mundial está presente, já tendo contabilizado mais de 21 mil crianças ajudadas. O Brasil tem a segunda maior operação da iniciativa, atrás apenas dos Estados Unidos, que já apadrinharam 11 mil crianças.

“No Escolhido, cabe à Visão Mundial a captação e a destinação do dinheiro, enquanto as organizações ficam responsáveis por escolher o melhor modelo de apoio. Elas podem apenas divulgar o projeto internamente entre seus funcionários, para que eles mesmos contribuam com o valor mensal do apadrinhamento, ou então a própria empresa pode arcar com os custos, oferecendo o programa como um benefício para os colaboradores, que se sentirão pertencentes a uma causa social”, explica Thiago Crucciti, diretor-geral da Visão Mundial Brasil.

O “Escolhido” nasceu em fevereiro de 2021, como uma experiência-piloto, com cerca de mil crianças de Fortaleza. Cresceu com a adesão das empresas Avanade e Labsit, além da Igreja da Cidade, Igreja Por Amor e Igreja Batista de Água Branca. A partir deste ano, a Visão Mundial quer expandir a ação para Manaus e Recife.

“A realidade que enfrentamos em nosso País nos faz refletir sobre mudanças que podemos e devemos proporcionar às nossas crianças. E é justamente esta linha que norteia o Escolhido: ao colocar o poder de escolha nas mãos das crianças, afirmamos a sua capacidade de tomar decisões que mudarão o seu futuro e o futuro de suas famílias”, diz Kess Jones, gerente de Mobilização da Visão Mundial.

Como funciona?

A ação começa com as pessoas se inscrevendo para serem escolhidas no site e enviando suas fotos, que serão compartilhadas com as crianças atendidas pela Visão Mundial. Depois que o padrinho ou a madrinha forem selecionados, eles serão notificados pela ONG e receberão, em contrapartida, uma foto da criança apadrinhada, acompanhada de uma carta de próprio cunho e/ou um vídeo em que a ela explica a razão da escolha.

O programa “Escolhido” também é realizado pela Visão Mundial nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Quênia, Coreia do Sul, Países Baixos, Espanha, Taiwan, Cingapura, Japão, Suíça, Irlanda, Alemanha, Malásia, Finlândia, Áustria, Hong Kong, Indonésia, Filipinas, Colômbia, México e Austrália.

Para se inscrever como padrinho ou saber mais sobre a campanha Escolhido, visite o site: http://visaomundial.org/escolhido/. Embora o programa seja realizado em parceria com organizações privadas e do terceiro setor, que geralmente arcam com os custos do apadrinhamento, pessoas físicas também podem, individualmente, adotar as crianças pela mesma mensalidade de R$ 60.

Escolhido realiza festinha para criança do programa (Crédito: Visão Mundial)

Sobre a Visão Mundial

A World Vision, conhecida no Brasil como Visão Mundial, é uma organização humanitária dedicada a trabalhar com crianças, famílias e suas comunidades para atingir todo o seu potencial, combatendo as causas da pobreza e da injustiça. A Visão Mundial serve a todas as pessoas, independentemente de religião, raça, etnia ou gênero. A organização está no Brasil desde 1975 atuando por meio de programas e projetos nas áreas de proteção, educação, advocacy e emergência, priorizando crianças e adolescentes que vivem em situações de vulnerabilidades.

Botão Voltar ao topo