X Promoções
  • Home
  • Em Belo Horizonte
  • AMR está construindo o 1º laboratório de análise do movimento para uso clínico em Belo Horizonte
Em Belo Horizonte

AMR está construindo o 1º laboratório de análise do movimento para uso clínico em Belo Horizonte

Voltado para a comunidade, o espaço contará com equipamentos tecnológicos e será capaz de fornecer diagnósticos mais assertivos para pessoas com distúrbios no movimento


A Associação Mineira de Reabilitação (AMR) está construindo o 1º Laboratório de Análise do Movimento para uso clínico em Belo Horizonte (LAM). Com equipamentos tecnológicos que examinam os elementos relacionados à movimentação de uma pessoa (por exemplo, a força da sua pisada, o uso correto dos membros e a os impulsos nervosos), o espaço será capaz de fornecer diagnósticos mais assertivos e orientar um tratamento minucioso para pessoas com distúrbios no movimento.
O médico ortopedista e superintendente clínico da AMR, Dr. Leonardo Cury, ressalta a importância de ter um instrumento como o LAM disponível à comunidade belo-horizontina. “Hoje, em Belo Horizonte, existe o Laboratório de Análise do Movimento da UFMG, mas ele é utilizado somente para fins de pesquisa. Para uso clínico ainda não existe nenhuma ferramenta desse tipo na capital. Por isso, é muito importante que a AMR consiga concluir esse projeto”, diz.

Ele esclarece ainda que o benefício da inauguração do LAM, da AMR, não favorece somente as crianças e os adolescentes em tratamento pela instituição. “Não apenas as 500 crianças com deficiência em tratamento gratuito na AMR serão beneficiadas, mas toda comunidade belo-horizontina. Atletas, pessoas com distúrbios no movimento e outros poderão ter acesso à essa tecnologia por meio do plano de saúde ou do investimento particular”, complementa o Dr. Leonardo Cury.

Ou seja, todas as pessoas de Belo Horizonte que sofreram algum dano no movimento (em função de lesões cerebrais, tumores, prática de esportes, etc.) e que necessitam de um tratamento de reabilitação neuromotora, poderão se beneficiar com a inauguração.
Para que o Laboratório funcione de forma completa, serão utilizadas 12 câmeras de captação infravermelho; 2 filmadoras; monitores de eletroneuromiografia, que fazem a medição dos nervos motores e músculos; 1 sistema de pedobarografia, que mede a forma e a pressão da pisada; 1 plataforma de força, que calcula a força usada no apoio e na produção do movimento; e instrumentos goniométricos, que examinam o ângulo de movimentação do joelho, quadril e pé durante a marcha. Hoje, o Laboratório da AMR possui um espaço físico preparado para receber os equipamentos, que já conta com as câmeras infravermelho.

Inauguração
A AMR já arrecadou 80% da receita necessária para construir o seu próprio Laboratório de Análise do Movimento, o equivalente a 1 milhão de reais gastos na reforma do espaço físico e na compra e importação das câmeras de captação infravermelho. Apesar desse resultado de sucesso, ainda faltam cerca de R$230 mil para a conclusão desse projeto.

Por isso, a AMR conta com as doações. Qualquer valor a partir de R$20,00 irá garantir que o Laboratório comece a funcionar o quanto antes!


Para doar, acesse: www.amar.amr.org.br
Saiba mais em: https://www.amr.org.br/laboratorioamr/

Publicações Relacionadas

CAMPANHA DE PREVENÇÃO À COVID-19 DISTRIBUI MÁSCARAS E ÁLCOOL GEL

Marcos Rogério

Circulação da Maria Fumaça será retomada

Marcos Rogério

Campanha do Dia das Mães do Shopping Estação BH vai sortear um iPhone 12 por semana

Marcos Rogério